Quem Sou

Poderia falar sobre as minhas habilidades técnicas, mas isso pode ser aprendido por qualquer pessoa e não é o que me torna especial. O que me torna especial é a minha integridade, autenticidade e criatividade, que são também minhas forças de caráter/assinatura.

Tudo o que eu fizer para um cliente meu vou fazer com toda a dedicação, paixão e comprometimento. Como se a empresa fosse minha, sabe? Eu estou fortemente comprometida com o sucesso daquele negócio, tanto quanto estou com o meu próprio.

Ainda que eu seja contratada pelas habilidades técnicas (sim, eu sou a melhor pessoa que conheço para a produção de conteúdo, gestão de crises e conflitos, relacionamento inter e intrapessoal e comunicação interna/ externa/ estratégica - integrada), o que vai me manter conectada com a empresa não é o CNPJ, mas o CPF da minha interface. Se não tiver bom caráter, integridade, altruísmo e boas intenções, não "dá liga". Não por muito tempo.

Minha maior força é a criatividade. Posso nomear, traduzir e inventar quase qualquer coisa. De um roteiro de vídeo a uma campanha. De um bom release ao conteúdo de um site. De uma sugestão de nota a um livro. Escrever é meu vício, meu hobbie, minha paixão e meu melhor negócio.

Estudar pessoas idem. Amo aprender a me relacionar com cada uma delas, respeitando e mapeando suas características. Adoro entrevistar, conhecer, mergulhar profundamente nos tantos universos que somos todos - e cada um.

Tenho uma flexibilidade enorme e uma capacidade quase elástica de lidar com todo tipo de desafio. O que não sei eu facilmente aprendo - acontece que em 20 anos de carreira eu sei bastante sobre um oceano de assuntos.

Estou sempre me movendo, mudando, aprendendo coisas novas, me repaginando e desafiando. Em terreno fértil eu consigo construir florestas - e para mim a fertilidade está relacionada à confiança. Não há parceria sólida e sustentável sem confiança.

Algumas vezes vou errar - mas infinitas vezes mais vou acertar. Jogo junto - nunca contra. Adquiri musculatura emocional e resiliência para encarar qualquer partida, de preferência com as regras claras.

Sou boa com planejamento, mas excepcional com improviso. Vou mais rápido se trabalhar sozinha, mas em equipe (e/ou com gente) vou mais longe. Tenho os pés no chão e a cabeça nas estrelas. Sonhar é o combustível da minha alma.

Sou mãe de dois gatos lindos - o Léo e a Bia, muito bem casada com o Magno, minhas habilidades secretas estão relacionadas às artes (canto, componho, interpreto e danço - e amo tudo isso!), cozinho super bem (especialmente doces, e quase sempre sem seguir receitas) e nasci na Bahia - em Salvador, precisamente. Habito São Paulo desde 2006, quando também participei do Ídolos. Atualmente moro em São Bernardo do Campo, mas gosto da ideia de mudar. Já mudei 18 vezes de casa. Isso só para dizer algumas (poucas) coisas práticas, que sempre perguntam nas entrevistas.

Se você me encontrar por aí vai achar que sou só jornalista, mas quando coloco minha “capa” viro a Mulher Maravilha. Só que antes de salvar o mundo eu aprendi que, “na real”, só posso salvar a mim. E, se meu exemplo e as lições das histórias que já vivi (e vivo) puderem ser inspiração, vou me sentir plenamente realizada.

Todos os meus dons, talentos e virtudes (soft ou hard skills) vão no pacote do meu servir, onde sempre vou junto. Inteira. Partes não podem ser vendidas (nem negociadas) separadamente.

Você só vai saber quanto me ter em um projeto, uma empresa ou um negócio é bom se me contratar. Sim, é um spoiler. O enredo na íntegra só é liberado para assinantes.

Quer ver?